Avaliação de desempenho e do potencial de redução de emissão de CO2e de cimentos com elevados teores de adições minerais

Resumo: As principais iniciativas relacionadas à redução da emissão de gases de efeito estufa na indústria de cimento mundial passam pela (i) maior eficiência térmica e elétrica dos equipamentos; (ii) uso de combustíveis fósseis com menor intensidade de carbono, de combustíveis alternativos e biomassa na produção do clínquer; (iii) uso de adições minerais e materiais substitutivos do clínquer, e (iv) captura e armazenamento de CO2. A indústria de cimento nacional vem se concentrando nos três primeiros vetores, e recebendo o reconhecimento internacional por ser uma das mais eficientes no controle dessas emissões.A produção de cimentos Portland com adições ao clínquer, tais como escória de alto-forno, cinza volante, pozolanas artificiais e fíler calcário, propicia a redução da emissão de CO2, uma vez que diminui o consumo de clínquer e, consequentemente, a queima de combustíveis e a emissão por calcinação/descarbonatação. Além disso, o uso dessas adições apresenta inúmeras vantagens relacionadas com a maior durabilidade e vida útil de estruturas de concreto em função da menor permeabilidade, da resistência ao ataque de cloretos e sulfatos, da prevenção das reações álcali-agregado, e da elevada resistência à compressão em idades mais avançadas. Este projeto de pesquisa tem por objetivo avaliar o desempenho e o potencial de redução de emissão de CO2e da indústria de cimento pela substituição do clínquer Portland de alta intensidade de carbono por elevados teores de adições minerias, tomando como referência o cenário atual e fazendo projeções para 2050.

Data de início: 2019-01-02
Prazo (meses): 36

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Maristela Gomes da Silva
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910